Daniela acompanhou o desenvolvimento do Projete desde o começo, e atua na coordenadoria agregando novas ideias e cativando alunos.

Foi antes mesmo de se chamar Projete, que a história da Daniela Ferreira se cruzou com o trabalho social. Funcionária da Maubisa, presenciou o nascimento da parceria com a PWC (PricewaterhouseCoopers) em 2013 dentro do PWC Cidadania, onde um dos trabalhos se tornou o Projete.

Daniela Ferreira

No início, atuou como colaboradora para ser os “olhos” da Maubisa dentro do projeto, e acompanhou a fundo todos os sábados, participando ativamente das mudanças que aconteceram nos últimos sete anos. Desde 2014, com apenas um ano de participação, Daniela atua como coordenadora do Projete e se tornou o canal principal na participação de ideias.

Entre elas estão a alteração do número de sábados – de 12 para 20 –, firmar a parceria com escolas públicas, mudança no conteúdo passado pelos alunos no curso agregando mentorias sobre finanças e cidadania, implementação dos projetos de intervenções na sociedade – realizados pelos alunos no fim do curso – , introdução do Trajetórias de Vida, convidando personagens com carreiras de trabalho importantes para compartilhar suas histórias com os jovens entre outras mudanças.

Todo esse trabalho foi realizado em conjunto com a também voluntária do Projete Juliana Peres, parceira e amiga de Dani nas ideias e conteúdos que implementaram e melhoraram a capacidade do Projete em expandir suas turmas e seu conteúdo, trazendo ainda mais credibilidade para o curso.

Andressa, Daniela e Juliana Peres, respectivamente.

“Percebemos que havia mentorias que não interessavam nem ao jovem, nem ao voluntário, fomos unindo duas mentorias em uma quando víamos a necessidade. Fomos integrando no conteúdo um local que era menos sala de aula e mais troca, fomos aperfeiçoando a participação do voluntário no sentido de que ele se preparasse e se empenhasse para aquela mentoria, entendesse que aquele momento seria uma momento único do jovem e dele, e seria importante ele estar preparado”, comenta.

Envolvida desde o começo com o Projete, Daniela sabe a importância de poder contribuir para a mudança de jovens que se encontram em uma fase tão decisiva e confusa da vida, e se sente realizada em poder através de um programa social tão sério e de qualidade passar novos horizontes a pessoas que em muitas ocasiões não tinham perspectiva de futuro.

“Estar à frente de um projeto socioeducativo num país de pessoas tão vulneráveis, com desigualdades tão profundas, me faz pensar na quantidade de impasses que temos que enfrentar na sociedade brasileira. Sem dúvida, traz mais sentido para a minha rotina de trabalho e junto com ela, vem a consciência da responsabilidade de mexer com os sonhos, esperanças e as expectativas dos jovens que apostam num futuro melhor. Para mim o Projete dar certo é sinônimo de conseguirmos expandir repertórios, trazer uma consciência mais crítica, semear um pensamento e comportamento mais justo e quebrar paradigmas”, conclui.  

Responsável pelo que cativa

Ligada diretamente aos alunos, Daniela acabou contribuindo para com muitos jovens e colegas de trabalho como coordenadora, sendo em algumas vezes, uma ajuda além do curso. Confira alguns relatos de ex-alunos do Projete:

“A Daniela passa tem um astral que transmite paz. Sempre quando ficava ansioso ou preocupado com alguma coisa, conversar com ela me acalmava. Essa paz, fez com que eu pudesse muitas vezes aclarar as ideias e tomar melhores decisões”, Clodoaldo Gabriel Junior, ex-aluno e atual tutor do Projete.

“A Dani foi e é simplesmente uma amiga. Ela sempre nos apoiou e incentivou, nos apresentou pessoas incríveis e mudou o modo de como víamos o mundo e o mercado de trabalho. Eu me senti mais motivada, entusiasmada, perseverante em correr atrás do que acredito e quero. Ela é uma das pessoas que, quando estou frustrada ou triste pela caminhada estar sendo difícil, lembro para me dar forças e esperanças. Eu devo muito a ela”, Adaias Constâncio, ex-aluna do Projete.

“A Dani, é a minha super heroína sem capa, ela faz acontecer um projeto maravilhoso, que tem como base a empatia. Aliás, ela é uma das pessoas mais empáticas que eu conheço! Ela é linda, inteligente e em seus olhos exibe o amor que tem pelo o que faz, eu tenho o privilégio de conhecê-la. Obrigada Dani, por existir e por ter um papel super importante na minha vida. Todo o meu carinho, admiração e respeito por você…. Com muitas borboletas!” – Giovanna Targas, ex-aluna e tutora do Projete 2020.

“Trabalhar com a Dani foi um presente que eu recebi, temos uma conexão muito forte e ela é uma ótima profissional e amiga, sempre disposta a colaborar em todos os momentos. Quando penso nos valores do Projete a vejo em todos eles, e com certeza entre nós fortaleceu o comprometimento, o trabalho em equipe e a amizade. Desejo que o Projete tenha sempre você por perto e que você também fique pertinho dele por muito tempo, pois o que é maravilhoso se completa com o que é excepcional”, Juliana Peres, ex-coordenadora e parceira de Daniela no Projete de 2015 a 2019.

“Quando conheci a Dani, descobri o verdadeiro significado de empatia e acolhimento! Em tempos tão difíceis, encontrar uma pessoa predisposta a fazer o bem é raridade. Por isso o Projete é um lugar de amparo, crescimento e felicidade, aliás, sua condução está nas mãos da Daniela Ferreira e cada um só oferece o que possui!” Marcos Desideri, ex-aluno e assistente pedagógico do Projete 2020.

Texto escrito por Bruna Martinelli

Blog

Comentários desabilitados.